sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Capítulo 38


Princesa Solara e Beemont

         Pouco depois de Solara chegar ao quarto um avião de papel entra pela janela e cai perto da cama, ela, já sem o vestido e apenas com suas roupas de baixo, pega o papel no chão e o lê, era de Beemont, o garoto que sua mãe mencionara. Dizia que queria conversar, ela logo escreveu uma reposta dizendo o que sua mãe havia dito e jogou pela janela de encontro ao garoto de ruivo que esperava a base do paredão que estava a janela do quarto dela. Recebeu e logo olhou pra cima com um sorriso com algo nas mãos que tirara da bolsa, Sorara apertou os olhos para tentar enxergar o que era e tão logo quanto percebera, aprontou-se para descer pelas trepadeiras do paredão, em pouco já estava no chão.
- Figos?
- Sim, Lara.
- Onde conseguiu?
- Nas arvores dos armeiros de bronze ao sul.
- Estão muito gostosos.
- Estou esperando algo.
- Obrigada, Bem. – inclinou-se e deu um beijo no rosto de do garoto, que envergonhara-se, mas conseguiu disfarçar.
- Então? Algo novo sobre Minus? – A menina logo mudou sua feição. – O que houve?
- Ele morreu.
- Não, não pode ser.
- Foi o que eu disse, mas Mama falou que enterrarão o corpo dele amanhã.
- Não é verdade. Vamos ver o corpo dele. Assim veremos se é ele mesmo.
- Mama não vai deixar.
- Ela não vai saber, ela não vai nem perceber, não é a primeira vez que fugimos do castelo.
- Não sei, além do mais, como vamos para o reino do leão?
- Meu tio vai viajar para lá amanhã depois de comermos, ele vai apenas fazer uma entrega de Varis e voltamos antes do por do sol. Investigamos e voltamos.
- Que seja. Vejo você na casa do seu tio após comermos, não deixe ele sair sem mim.
- Que seja.

0 comentários:

Postar um comentário